O blog GTC MOSSORÓ procura por correspondentes em outras cidades para colaborar com nossas postagens diárias. Envie-nos fotos; relate o FATO; ENTRE EM CONTATO. Desde já,agradecemos a colaboração! VENHA FAZER PARTE DESTA EQUIPE! Interessados enviar e-mails para gtcmossoro@gmail.com,gtcmossoro@hotmail.com, SKYPE - gtcmossoro

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

RN registra 180 homicídios nos primeiros 42 dias de 2014

O Rio Grande do Norte vem registrando durante o decorrer deste ano uma média de quatro assassinatos por dia. Pelo menos é o que aponta um levantamento do Conselho Estadual de Direitos Humanos que dá conta do registro de 180 crimes contra a vida no estado potiguar nestes 42 dias do ano.
A pesquisa do CEDH dá conta de cinco mortes a mais que as registradas no mesmo período do ano passado, que segundo a pesquisa, contabilizou uma média de 136 assassinatos por mês. O levantamento do Conselho também mostra que nos últimos dez anos, o RN acumula 5.090 crimes.
Segundo estatísticas do CEDH, foram 251 casos no ano de 2000; 316 em 2001; 302 em 2002; 409 em 2003; 342 em 2004; 597 em 2005; 707 em 2006; 817 em 2007; 803 em 2008; 702 em 2009; 953 em 2010; 1.068 em 2011; 1.190 em 2012; e 1.643 no ano passado.
Nessa terça-feira (10), o CEDH também divulgou que dentro de um período de nove dias 45 pessoas foram assassinadas no Rio Grande do Norte. Os números se referem aos primeiros nove dias deste mês. De acordo com os pesquisadores Ivenio Hermes e Marcos Dionísio, o levantamento mostra um aumento de 32,35% com relação a mesmo período de 2013, quando foram registradas 34 mortes.
"Na população jovem, menores que 21 anos de idade foram 71,42% de aumento", aponta o estudo que destaca que das 67 mortes violentas em Natal, 74% aconteceram nas zonas Norte e Oeste, isto é, 37% ou 25 mortes em cada uma. Na zona Sul da capital potiguar, ocorreram 12% e na Zona Leste foram 11% e os restantes 3% não houve local determinado. Na região Oeste do RN, ocorreram 21% das mortes do estado.
"Apesar de Mossoró ter ficado dois fins de semana sem crimes violentos letais e intencionais, a violência aparentemente contida se manifestou em várias tentativas de homicídio e voltou a se manifestar. Mossoró já tem 13 mortes violentas, ou seja, 35%. Foram 11 mortes registradas no local e mais duas que ocorreram em seguida nos hospitais da região, conforme informações obtidas diretamente nesses locais", traz um trecho da íntegra do levantamento.
Outro lutador de MMA é assassinado em Natal e vigilante morto em Mossoró
O atleta de MMA Guilherme Rodrigues, de 30 anos, foi assassinado nessa terça-feira (11), com 10 tiros de pistola na avenida Ayrton Senna, em Natal. Esse é o segundo crime na semana que tem um lutador da modalidade como vítima.
O crime se assemelhou com o de Luiz de França, atleta assassinado na segunda-feira (10) também na capital potiguar, pelo fato de ter sido dois homens em uma moto, que o abordaram e realizaram os tiros. Apesar deles serem amigos e praticantes da mesma modalidade, ainda não se pode correlacionar os crimes.
Já em Mossoró, o mais recente homicídio registrado até o fechamento desta matéria (18h) vitimou o vigilante George Gomes dos Santos, de 27 anos. O caso contabiliza o décimo terceiro crime na cidade neste ano. A ocorrência foi registrada no bairro Alto da Conceição, por volta das 22h dessa terça-feira (11).
George foi baleado quatro vezes e ainda chegou a ser socorrido. As testemunhas contaram que os assassinos, que usaram uma pistola .40 para balear  o vigilante no braço, abdômen, peito (coração) e nádegas, fugiram em um carro tipo Gol prata.
Já no final da manhã da terça-feira, Daniel David, de 17 anos, foi morto a tiros no bairro Nova Vida. Após esta ocorrência, a polícia registrou um baleado no bairro Boa Vista, outro no bairro Ouro Negro e uma troca de tiros sem feridos na rua Artur Bernardes, no bairro Bom Jardim. Os casos são investigados pela polícia.
 
 FONTE :De fato/Foto Passando na Hora

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Tenente desabafa após bombeiros serem assaltados: 'Nojo deste país'

Criminosos levaram relógios, carteiras e celulares dos bombeiros.
Grupo combatia incêndio em São Vicente (SP) quando foi 

Do G1 Santos
1096 comentários
Bombeiro falou sobre o assalto durante o incêndio (Foto: Reprodução/Facebook)Bombeiro falou sobre assalto que sofreu durante combate a incêndio (Foto: Reprodução/Facebook)
Quatro bombeiros que participavam das operações para apagar um incêndio na terça-feira (11) na comunidade México 70, no bairro Vila Margarida, em São Vicente, no litoral de São Paulo, foram assaltados durante o trabalho por criminosos que estavam no local. Após a ação, um tenente da corporação fez um forte desabafo nas redes sociais.
"Eu achava que tinha visto muita coisa inacreditável. Mas assaltar uma viatura do Corpo de Bombeiros a metros de distância do local da ocorrência, colocando duas armas no peito do bombeiro enquanto ele reabastecia a viatura com água para dar continuidade ao combate a um incêndio gigantesco que ocorria naquele mesmo bairro? Na boa? Nojo deste país! Não aconteceu nada de mais grave com o bombeiro. A nós resta dar continuidade a nosso trabalho, pois ainda existem pessoas às quais devemos ajudar", publicou o tenente no Facebook.
De acordo com informações passadas pelo Corpo de Bombeiros de São Vicente, os profissionais tiveram relógios, carteiras e celulares roubados. O caso ocorreu quando a viatura passava pela Avenida Nações Unidas. Segundo informações da polícia, ninguém havia sido preso até as 7h desta quarta-feira (12).
Mais de 80 barracos foram destruídos após o fogo atingir a comunidade México 70. As chamas foram extinguidas pelos bombeiros às 17h45 de terça-feira. Em meio ao incêndio e à fumaça, alguns moradores acabaram se desentendendo, e policiais militares dispersaram a multidão com bombas de efeito moral e balas de borracha.
Fogo se alastrou na tarde desta terça-feira (11), em São Vicente (Foto: Adriana Cutino / G1)Fogo se alastrou na tarde de terça-feira (11) em São Vicente (Foto: Adriana Cutino/G1)












FONTE : G1
DESABAFO DO IBURA : É COMPANHEIROS SE A SEGURANÇA PÚBLICA JÁ NÃO PROTEGE QUEM A  FAZ, QUEM DIRÁ A SOCIEDADE QUE ESTAR ENCURRALADA NA SUA PRÓPRIA CASA, POIS O PODER PÚBLICO NÃO ESTAR NEM AÍ PARA ELES, O BRASIL ESTAR CADA VEZ MAIS NO FUNDO DO POÇO, MAIS PARA ESSES GOVERNANTES ESTAR TUDO A MIL MARAVILHAS, ELES NÃO TOMAM ÔNIBUS LOTADOS, NÃO VÃO A HOSPITAL DO SUS ENFRENTAR FILAS, NÃO PRECISAM DA POLICIA POIS TEM SEUS SEGURANÇAS, NÃO TRAFEGAM EM NOSSAS RODOVIAS POIS VÃO PELO AR COM HELICÓPTEROS E JATINHOS, É POR ISSO QUE ELES DIZEM ISSO MAIS ELES SABEM A REALIDADE DISSO TUDO!

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Sheherazade fala sobre polêmica: PT e PSOL defendem a censura



Em conversa exclusiva, âncora comenta repercussão de comentário no "SBT Brasil"


* Com Gabriel Vaquer
 
Nesta semana, um dos nomes mais falados na internet e na política foi o de Rachel Sheherazade.

Tudo porque a apresentadora do jornal "SBT Brasil" emitiu uma opinião na última terça-feira (04) sobre um jovem de 15 anos, acusado de roubo, que foi agredido e acorrentado por populares no Rio de Janeiro.
Para a âncora, em um país onde há grandes índices de violência, as atitudes dos chamados vingadores são consideradas compreensíveis.

A jornalista ainda classificou o fato como uma "legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado" e incentivou que os defensores dos direitos humanos fizessem um "favor" ao Brasil e adotassem um bandido.
Veja o vídeo:



A crítica de Sheherazade alcançou enorme repercussão e gerou reclamações de muita gente, inclusive de partidos e sindicatos. O PSOL protocolou uma representação na Justiça por crime de incitamento à violência.

Já o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro e a Comissão de Ética também se manifestaram contrários ao posicionamento da âncora. Tais órgãos alertaram para a grave violação de direitos humanos através do pronunciamento da jornalista.

Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Rachel falou sobre sua opinião emitida no "SBT Brasil" e não poupou críticas aos que falaram mal dela.

Confira na íntegra:

NaTelinha - Você tem algum receio de que as suas opiniões polêmicas coloquem em cheque sua credibilidade?

Rachel Sheherazade - 
Opiniões não afetam a credibilidade. Quando você exibe sua opinião, você toma posicionamentos, mostra quem é, como pensa. Se opiniões depusessem contra nossa reputação só os idiotas teriam crédito.


NaTelinha - O que tem a dizer sobre a representação do PSOL contra você e do comunicado do Sindicato dos Jornalistas do Rio de Janeiro repudiando sua critica?

RS - 
O PSOL é um partido que vem ganhando as manchetes dos jornais por seus escândalos de desvio de dinheiro público e fraudes. É uma legenda insignificante, inexpressiva, que agora, às vésperas da eleição, quer ganhar as manchetes, se fazer presente de alguma forma. Procurava uma vítima para chamar de sua e uma algoz a quem pudesse acusar, desviando, assim, a atenção dos eleitores de seus escândalos políticos recentes. Assim como o PT, o PSOL também defende o controle da mídia, que nada mais é do que a volta da CENSURA aos meios de comunicação. O partido acusa-me de incitação à violência quando simplesmente faço uso de um direito constitucionalmente garantido - a liberdade de expressão. Portanto, é um partido anti-democrático, que não tolera a imprensa livre. Seu presidente usou o plenário da Câmara para me fazer acusações levianas, na esperança de ganhar dividendos eleitorais.

Já o sindicato dos jornalistas do RJ, em vez de defender seus profissionais e a liberdade de imprensa, está jogando o jogo dos maus políticos, promovendo a volta da mordaça. O sindicato acaba maculando sua própria credibilidade, como entidade representativa dos direitos dos jornalistas. Só tenho a lamentar...

Agora eu me pergunto: que tipo de apoio o PSOL, o PT, o Sindicato dos Jornalistas do RJ e as ONGs de Direitos Humanos fizeram até agora pelo infrator preso ao poste? Alguma dessas entidades lhe socorreu? Estendeu-lhe a mão? Ou ele só foi usado como discurso panfletário e nada mais?
 



NaTelinha - O pessoal mais de direita te defende. Até dizem que você é reacionária. Concorda?

RS - 
Sou, de fato, uma pessoa com valores conservadores, muito mais à direita que à esquerda. Quero conservar o Estado democrático de Direito, a família, a propriedade privada, o voto livre, o parlamento forte, a Justiça independente, a liberdade religiosa, as garantias constitucionais, a paz social, a manutenção da ordem, o direito à vida... Se tenho atitudes reativas é porque reajo contra a corrupção, a violência, a impunidade, a falência do ensino, o desrespeito às nossas instituições e tudo o que põe em risco nossas maiores e mais importantes conquistas sociais.


NaTelinha - Você acha que, em algum momento de suas opiniões nestes anos de "SBT Brasil", você tenha quebrado a ética jornalística?

RS - 
De forma alguma! Defendo, antes de tudo, a democracia, a legalidade, o bem comum, a ordem, e principalmente, os direitos dos cidadãos de bem esquecidos pelo Estado.


NaTelinha - No "SBT Brasil" desta quinta-feira (06), você deu explicações sobre sua opinião de terça (04). Foi obrigada pela direção de jornalismo a fazer isso? Como se sentiu diante de tantas críticas?

RS - 
A ideia de voltar ao assunto foi do nosso diretor de Jornalismo [Marcelo Parada] e acatei na hora. Fazemos um jornal muito transparente e somos muito próximos ao nosso público telespectador. Tamanha repercussão sobre aquele assunto não poderia passar em branco no SBT BRASIL.

Quanto as críticas, eles serão sempre bem vindas. É para isso que analisamos os fatos, nos posicionamos diante da notícia. O objetivo não é empurrar goela abaixo nossa opinião, mas fomentar debates na sociedade. Permitir ao telespectador um olhar mais apurado e aprofundado sobre a realidade do país.

FONTE : NE 10

DESABAFO DO IBURA : COMPANHEIROS, QUEM É ESSE PSOL, ESSE SINDICATO DOS JORNALISTAS DO RIO,QUE AO INVÉS DE DEFENDER O SEU ASSOCIADO, CRITICA POR FALAR A VERDADE, ESSE É O PAPEL  DA IMPRENSA FALAR A VERDADE, EXPOR SEUS PENSAMENTOS, MAIS SÓ UMA PEQUENA PARCELA DA REFERIDA ENTIDADE FAZ, POIS TEM MEDO DE FERIR ALGUÉM INFLUENTE,ENQUANTO A VOCÊ PARTIDO POLITICO, QUEM SÃO VOCÊS PARA FALAREM QUE ESTÃO INSULTANDO A VIOLÊNCIA AS PALAVRAS VERDADEIRAS DESSA REPÓRTER, QUE EM TODOS OS PROTESTOS VOCÊS ESTÃO INFILTRADOS ENTRE OS BADERNEIROS E MUITO FINANCIADOS POR VOCÊS, ENTÃO DEIXEM DE DEMAGOGIA, FAÇA UM TRABALHO PARA SOCIEDADE E NÃO PARA PARTIDOS POLÍTICOS! 



sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Mãe de PM de UPP morta no Complexo do Alemão fala de dor da perda.

  • Parentes da soldado Alda lembram seus sonhos e lamentam falta de indignação da sociedade com o crime

Maria Rosalina acaricia a farda da Polícia Militar usada pela filha assassinada no Alemão: “Parece que eles (bandidos) têm mais valor”
Foto: O Globo / Pablo Jacob
Maria Rosalina acaricia a farda da Polícia Militar usada pela filha assassinada no Alemão: “Parece que eles (bandidos) têm mais valor” O Globo / Pablo Jacob
RIO - Aos 27 anos, a soldado da PM Alda Rafael Castilho era o orgulho da família e a realização de um sonho. Era a primeira de um lar humilde da Baixada Fluminense que estava cursando o ensino superior (fazia psicologia) e tinha uma carreira promissora pela frente. No último domingo, ela morreu com um tiro, durante um ataque de bandidos à sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Parque Proletário, no Complexo do Alemão. Se a dor da perda é devastadora, a falta de indignação da sociedade tem abalado ainda mais a família. Principalmente a mãe da PM, a empregada doméstica Maria Rosalina Rafael Castilho, de 59 anos. Ela se queixa de não ter sido procurada por nenhuma ONG ligada aos direitos humanos.

José Júnior: passividade vergonhosa— Se eu fosse mãe de bandido, as ONGs teriam me procurado imediatamente. Parece que eles (os bandidos) têm mais valor. Mas a minha filha era uma cidadã honesta, que saía todo dia às 4h30m para trabalhar, estudava e sonhava em ser psicóloga da PM — reclama Maria Rosalina.
O coordenador do grupo AfroReggae, José Júnior, que sempre denunciou abusos cometidos por policiais, também reclamou da falta de indignação.
— Por ela ser uma policial, ninguém se indignou. Mas, se ela não fosse policial e estivesse num bar em frente, a repercussão do caso teria sido outra — diz José Júnior. — Não vi as pessoas das ONGs falarem da morte da policial. Ninguém da área dos direitos humanos se manifestou.
Num post de grande repercussão na internet, ele escreveu: “Só vi a polícia e o secretário de Segurança se manifestando. Todos nós nos calamos. Eu acho que ninguém merece morrer. A nossa passividade em aceitar essas baixas é vergonhosa”.
A morte da policial abalou toda a família. Depois de Maria Rosalina fazer um apelo, a PM mandou psicólogos ontem pela manhã para atender parentes de Alda Castilho. Um deles é Andressa, de 8 anos, sobrinha da soldado.
— Ela chora muito e diz que sente falta da tia — conta Aline, irmã de Alda.
A PM, que estava na corporação desde maio de 2011, e o noivo, o encarregado de pintura Thiago Lopes, de 30, planejavam se casar em 2015, após 13 anos de namoro. A casa estava sendo construída pelos dois no terceiro piso do imóvel de Maria Rosalina, em Duque de Caxias.
— Era a mulher com quem eu tinha planejado passar junto o resto da minha vida. Tínhamos vários projetos de vida. Viagens, casa, filhos — diz Thiago, bastante emocionado.
Maria Rosalina, que percorre mais de 50 quilômetros todos os dias para trabalhar, faz questão de dizer que sempre lutou pela educação das filhas. Alda se formou como professora, mas se decepcionou com as condições de trabalho. Também não lhe agradava a maneira com que as crianças tratavam professores e funcionários. Desistiu da carreira e começou a se preparar para a PM, mas sem falar com a mãe.
— Ela me contou apenas depois de ter sido aprovada (no concurso para a PM). Achei que ela não ficaria. Alda era muito magrinha, tinha a aparência frágil. Mas ela ficou e passou a gostar da polícia. Trabalhou em vários batalhões — diz Maria Rosalina. — Trabalhei duro para criar as minhas filhas. Agora, na hora em que colhia a primeira fruta, arrancaram a árvore brutalmente. Mas isso não vai me derrubar. Tenho esperança de ver as coisas melhorarem. Tenho um casal de netos e vou lutar pela educação deles.
Além de Alda e Aline, de 30 anos, Maria Rosalina é mãe de Amanda, de 29. Ela continua, mesmo sem despertador, acordando todos os dias às 4h30m, horário em que a PM saía de casa.
— Para mim, é a hora mais difícil do dia — diz ela, acariciando a farda de soldado da filha.
FONTE :G1
DESABAFO DO IBURA : A INDIGNAÇÃO DESSA MÃE REFLETE NO RETRATO DA INJUSTIÇA QUE OCORRE NESTE PAÍS, PRINCIPALMENTE DE  POLICIAIS MILITARES, QUE ARRISCAM SUAS VIDAS TODOS OS DIAS POR VOCÊS, QUE EM GRANDE MAIORIA SÓ FAZ NOS CRITICAR,GARANTO QUE SE FOSSE VAGABUNDO QUE TIVESSE SIDO MORTO, A SECRETARIA DOS DIREITOS HUMANOS, JÁ HAVIA REUNIDO TODA CÚPULA DA SEGURANÇA PÚBLICA PARA APURAR OS FATOS, COMO FOI FEITO NO ESTADO DO MARANHÃO, A IMPRENSA QUE EM QUASE TOTALIDADE JÁ TINHA PASSADO INÚMERAS VEZES A MATÉRIA, JÁ TERIA CRITICADO UM PROFISSIONAL QUE TEM CORAGEM DE DIZER A VERDADE, COMO A REPÓRTER TODO DO SBT,TODO TIPO DE ONG JÁ TERIA SE APRESENTADO PARA DAR SUPORTE A FAMÍLIA DO VAGABUNDO,MAIS COMO É UM SIMPLES POLICIAL MILITAR, SIMPLES PORQUE VOCÊS MESMOS NÃO DÃO O VALOR QUE NÓS MERECEMOS, ( VOCÊS, POPULAÇÃO,GOVERNANTES ENTRE OUTROS),TA AÍ A MÃE DESESPERADA POR TER PERDIDO UMA FILHA QUE JUROU DEFENDER A SOCIEDADE MESMO COM O RISCO DA PRÓPRIA VIDA, E NENHUM APOIO POR PARTE DE INSTITUIÇÕES DE DIREITOS HUMANOS A PROCUROU PARA DAR AUXILIO QUALQUER QUE FOSSE,FICA MAIS QUE COMPROVADO QUE DIREITOS HUMANOS É PRA VAGABUNDO, BANDIDO, E VOCÊ QUE FAZ PARTE DESSE POVINHO, ADOTE UM E VAGABUNDO E LEVE ELE PRA CASA PRA DORMIR NA SUA CAMA AO LADO DA SUA MULHER! 

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

UMA COISA HORROROSA

Vejam o vídeo que circula sobre a copa de 2014, e o pior que é verdade
Este vídeo, preparado por um brasileiro titular de um canal no YouTube, pretende mostrar a estrangeiros, em inglês, a “realidade brasileira” que espera os visitantes que virão à Copa de 2014.
Embora saibamos das inúmeras carências do país — que, aqui neste blog, neste site e nesta revista não cansamos de apontar –, o vídeo mostra um Brasil pavoroso, muito pior do que na verdade é. Parece que nada, absolutamente nada presta em nosso país, quando sabemos que não é isso.
É verdade que o Brasil exibe índices de desenvolvimento humano ainda absurdos, que as desigualdades sociais são abissais — apesar dos progressos havidos –, que a impunidade é uma praga e uma vergonha, que nos revolta e nos desilude.
É também verdade que temos instituições que funcionam muito mal, como o Judiciário, polícias mal equipadas, mal pagas e, em vários casos, expostas à corrupção, governos ineficientes e uma ladroagem na máquina pública que nos humilha diante dos países desenvolvidos do mundo e enfurece os cidadãos de bem.
O vídeo, porém, só reuniu uma seleta do que temos de pior, do mais fundo do poço.
O Brasil será só isso? Não tem NADA mais?
Não é preciso ser um babaca ufanista para constatar que não é assim.
Não somos, é claro, uma Austrália ou um Canadá, mas também não somos a caricatura de país exibido no vídeo.
Vejam e julguem por vocês mesmos. Se quiserem, comentem.



FONTE :REVISTA VEJA

DESABAFO DO IBURA : É COMPANHEIROS ESTAR MAIS DO QUE CERTO ESTA DIVULGAÇÃO, OS ESTRANGEIROS ACHAM QUE NOSSO PAÍS ESTAR A MIL MARAVILHAS, COM NOSSAS ESTRADAS, EDUCAÇÃO, SAÚDE , SEGURANÇA, ELES TEM QUE VIM PRA COPA SABENDO DAS DIFICULDADES QUE IRAM ENFRENTAR, A FALTA DE TRANSPORTE PÚBLICO, A SEGURANÇA QUE ESTAR SUCATEADA EM TODO O PAÍS, A SAÚDE PÚBLICA CASO PRECISE TUDO ISSO ESTAR UMA MERDA AQUI NO BRASIL, ESSE VÍDEO RETRATA A MAIS PURA VERDADE!

Policiais federais discutem greve


A Federação Nacional dos Policiais Federais realiza assembleias em todos os Estados na terça (4) e na quarta-feira (5). A cinco meses da Copa do Mundo, a entidade deve aprovar um calendário de greves e manifestações. Participam do movimento os agentes, os escrivães e os papiloscopistas da Polícia Federal. Juntos, somam cerca de 9 mil servidores. Reivindicam reajuste salarial. Os delegados —cerca de 1.700 distintivos— estão de fora. Participam da encrenca apenas como alvos de críticas dos colega

Diretor da federação de policiais, José Carlos Nedel diz que a situação da corporação tornou-se “insuportável”. Ele reclama: “Somos os únicos servidores públicos da história do Brasil com sete anos de congelamento salarial”. E insinua: “É evidente que a Polícia Federal está sendo sucateada como forma de castigo pelas operações que fez.”

Em 2012, os policiais federais paralisaram suas atividades por 72 dias. O governo fez jogo duro. Ofereceu-lhes o mesmo reajuste salarial concedido a servidores de outras repartições: 15,8% em duas parcelas. Os agentes federais rejeitaram a oferta e retornaram ao trabalho de cara amarrada. Voltam agora à carga com o travo da derrota a envenenar o discurso.

Hoje, os policiais federais em início de carreira recebem contracheque de R$ 7,5 mil. A federação leva à mesa um pedido alto. Deseja um reajuste de 100%. Prestes a anunciar um corte bilionário de despesas, o governo afirma que a hipótese de atender à reivindicação é nula. Ou seja: vêm aí fortes emoções. Tudo isso na ante-sala da Copa 

Fonte J. Belmont

DESABAFO DO IBURA : EU DUVIDO QUE O GOVERNO FEDERAL NÃO DÊ AUMENTO PARA A PF, POIS JÁ PENSOU EM PLENA COPA DO MUNDO OS AEROPORTOS SEM FISCALIZAÇÃO DA PF,  SE JÁ NÃO PRESTA COM A PF IMAGINE SEM ELA!

Policia Militar prendeu trio e apreendeu armas nesta terça-feira em Cruzeta/RN

                                                                   Foto: Jair Sampaio
Uma abordagem da Policia Militar resultou na apreensão de duas armas e detenção de três pessoas na tarde desta terça-feira na cidade de Cruzeta na Região do Seridó. Os suspeitos estavam em um veículo modelo Ford Ka e ao serem abordados com eles foram encontrados dois revólveres calibre 38'. 
 
Os homens presos foram identificados como Humberto da Silva Souza "Betinho", residente no Bairro PauloVI em Caicó, Edicleidson Michael Amorim dos Santos, residente em Assu e um menor considerado de alta periculosidade que reside na cidade de Mossoró.
 
O trio preso e as armas apreendidas foram conduzidos até a Delegacia de Policia Civil da cidade de Caicó onde foram entregues a autoridade competente.  A Policia acredita que o grupo estivesse planejando um assalto a agência dos correios.

FONTE : BLOG EDUARDO DANTAS

Gilmar Mendes coloca em dúvida legalidade das doações

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes cobrou nesta terça-feira, 4, a abertura de uma investigação pelo Ministério Público para apurar o processo de arrecadação de dinheiro para pagamento de multas impostas aos condenados no processo do mensalão. “E se for um fenômeno de lavagem? De dinheiro mesmo de corrupção?”, indagou. “Será que não há um processo de lavagem de dinheiro aqui?”

Provocado por jornalistas para falar sobre o fato de o vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR), ter sugerido que gostaria de dar uma cotovelada no presidente do STF, Joaquim Barbosa, Gilmar Mendes disse: “Se a gente aprender a ler sinais, vai ver que está muito esquisito.” Segundo ele, há um discurso de julgamento político. “Que um eventual condenado tente descaracterizar a legitimidade da condenação, é compreensível. Agora, daí, outros setores, a gente tem de ficar desconfiado.”

Em seguida, Gilmar Mendes deu demonstrações de que desconfia do processo de arrecadação de dinheiro para pagamento das multas que, segundo ele, ocorreu “com grandes facilidades”. “Se a gente olha coleta de dinheiro, esse tipo de manifestação, serviço num hotel que pertence a alguém no Panamá por R$ 20 mil (oferta de emprego recebida pelo ex-ministro José Dirceu)... se a gente soma tudo isso, há algo mais no ar do que avião de carreira. Está estranhíssimo”, disse. 

O ex-deputado federal José Genoino conseguiu arrecadar mais de R$ 700 mil e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, mais de R$ 1 milhão. “Essa dinheirama. Será que esse dinheiro que está voltando é de fato de militantes? Ou estão distribuindo dinheiro para fazer esse tipo de doação?”, perguntou. “O Ministério Público tem de olhar isso”, cobrou. “Não é um fato corriqueiro. Há algo de grave nisso. E precisa ser investigado.”

Fonte Tribuna Natal


DESABAFO DO IBURA : E ALGUÉM TEM ALGUMA DÚVIDA QUANTO A ORIGEM DAS DOAÇÕES, É O MESMO DINHEIRO QUE FOI ROUBADO DO POVO! 

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Oficiais dos Bombeiros da PB são condenados a 1.533 anos de prisão, maior pena já aplicada

Segundo a sentença da Justiça Militar, eles podem recorrer da decisão em liberdade; promotor de Justiça, autor da ação, considera decisão histórica em todo o país
Polícia | Em 04/02/14 às 09h01, atualizado em 04/02/14 às 14h59 | Por Priscila Andrade
                            Fórum criminal em João Pessoa
Num julgamento histórico, que começou na manhã de segunda-feira (2) e só terminou nas primeiras horas da manhã desta terça (3), a Justiça Militar da Paraíba condenou o tenente coronel Horácio José dos Santos Filho e o major Marcelo Lins dos Santos, ambos do Corpo de Bombeiros, a uma pena de 1.533 anos e nove meses de reclusão. É a maior condenação penal de que se tem conhecimento na Justiça brasileira.
Na primeira fase do julgamento do massacre de 111 presos do Carandiru, em São Paulo (SP), ocorrida em 1992, no ano passado, 26 policiais acusados do assassinato de 15 prisioneiros foram condenados a pouco mais de 632 anos de reclusão. Também naquele estado, o médico Roger Abdelmassih foi condenado a 278 anos de prisão por investidas sexuais contra 39 pacientes. Em ambos os casos, as sentenças foram definidas no Tribunal de Justiça de São Paulo.  
No julgamento que ocorreu na Vara Militar, no Fórum Criminal da capital paraibana, Centro de João Pessoa, a decisão do Conselho Especial foi tomada por unanimidade. Os réus podem recorrer em liberdade.
Eles terão que cumprir um pena total de 30 anos de reclusão, mas podem aguardar os recursos em liberdade, com base no artigo 58 (o mínimo da pena de reclusão é de um ano, e o máximo de trinta anos) e no artigo 81 (a extinção da punibilidade poderá ser reconhecida e declarada em qualquer fase do processo, de ofício ou a requerimento de qualquer das partes, ouvido o Ministério Público, se deste não for o pedido) do Código do Processo Penal Militar.
Outros dois oficiais do Corpo de Bombeiros - o coronel Antônio Guerra Neto e o major Antônio Francisco da Silva - foram absolvidos.
Os dois réus foram condenados a 698 anos de prisão, pelos crimes previstos no artigo 312 do Código Penal Militar - "omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante, desde que o fato atente contra a administração ou o serviço militar".
Pelo crime de peculato doloso (conduta por vontade consciente do agente em transformar a posse da coisa em domínio), ambos foram condenados a 835 anos. Também foram sentenciados à pena de 30 anos de reclusão por falsidade ideológica.
Para o promotor militar Fernando Antônio Ferreira de Andrade, autor da ação que culminou nas condenações, a pena deveria ser maior, já que eles repetiram as mesmas fraudes centenas de vezes. No entendimento do promotor, a prescrição (por causa do tempo que separou todas as fases processuais do julgamento) não apagaria os crimes. "O valor de 1.533 anos causa certo espanto na sociedade, mas se somarmos as penas vai ficar tudo esclarecido e justo, já que as irregularidades cometidas pelos réus foram centenas de vezes repetidas. Sem falar nos crimes menores que prescreveram com a demora no julgamento", disse.
De acordo com as ações que tramitam na Justiça Militar, os oficiais do Corpo de Bombeiros teriam cometido vários crimes relacionados à má gestão de verbas do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom). Eles seriam responsáveis por um prejuízo de quase R$ 656 mil aos cofres públicos do Estado.
Os crimes aconteceram de janeiro a julho de 2003. O esquema fraudulento, segundo denúncia do Ministério Público, contava com contratos sem licitação ou pesquisa de preços. Ainda de acordo com a acusação, os oficiais desviaram os recursos do Funesbom para pagamentos indevidos de reformas de postos e serviços em veículos. Também foram registrados pagamentos sem validação e sem nota fiscal.
No início do julgamento, o Ministério Público pediu a condenação de todos os envolvidos, imputando ao coronel Antônio Guerra Neto e ao major Antônio Francisco da Silva, os crimes tipificados no artigo 303, parágrafo 3º, combinado com o artigo 53, do Código Penal Militar.
O artigo 303 diz que comete crime o militar que apropriar-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse ou detenção, em razão do cargo ou comissão, ou desviá-lo em proveito próprio ou alheio. A pena prevista é de prisão que pode chegar até 15 anos. Já o artigo 53 estabelece que quem concorre para que esses crimes aconteçam também tem prática delituosa, com agravante para quem, por exemplo, promove ou organiza a cooperação no crime.
Para o tenente coronel Horácio José dos Santos Filho e para o major Marcelo Lins dos Santos, o Ministério Público pediu condenação com base nos artigos 303, 312, 315 e 343 do Código Penal Militar.  
Além da apropriação de dinheiro ou valor, prevista no artigo 303, os oficiais também foram denunciados por dar causa à instauração de inquérito policial ou processo judicial militar contra alguém.
A defesa do coronel Horácio foi patrocinada pelo advogado Antônio Inácio Neto o e do major Marcelo Lins pelo advogado Everaldo Morais Silva. A defesa do coronel Antônio Guerra foi feita pelo advogado Demóstenes Pessoa Mamede da Costa. Já a do Antônio Francisco foi do advogado Antônio Inácio Neto.
Os advogados alegaram, nas preliminares, cerceamento de defesa e inépcia da denúncia, com base no artigo 439 do Código de Processo Penal Militar  - "o Conselho de Justiça absolverá o acusado, mencionando os motivos na parte expositiva da sentença, desde que reconheça, estar provada a inexistência do fato, ou não haver prova da sua existência; não constituir o fato infração penal; não existir prova de ter o acusado concorrido para a infração penal; existir circunstância que exclua a ilicitude do fato ou a culpabilidade ou imputabilidade do agente; não existir prova suficiente para a condenação; estar extinta a punibilidade".
O Conselho Especial de Justiça, por unanimidade, rejeitou todas as preliminares da defesa, por serem matérias reiteradas já decididas em sede de tribunais. Reconheceu, contudo, a prescrição de todos os acusados em relação ao crime de patrocínio, direta ou indiretamente, do interesse privado perante a administração militar, valendo-se da qualidade funcionário.
Em relação ao peculato doloso, o Conselho acatou a desclassificação para a condição de peculato culposo - quando o funcionário público encarregado da guarda e segurança do patrimônio da administração, por negligência, imprudência ou imperícia, infringe o dever de cuidado, permitindo, involuntariamente, que outro funcionário aproprie-se de qualquer bem público de que tem a posse em razão de sua função). Nesses casos, a punibilidade do agente deixa de existir se a reparação ao dano foi feita antes de sentença em última instância.
O major Antônio Francisco da Silva Filho e coronel Antônio Guerra Neto foram absolvidos dos crimes previstos nos artigos 312 e 343 do Código Penal. O Conselho reconheceu a prescrição das delitos apontados na denúncia.
O major Horácio José e o major Marcelo Lins foram condenados pelos crimes de uso de documentos falsos e de peculato doloso. A pena dos dois oficiais, que era de quatro anos e um mês de reclusão, foi multiplicada 171 vezes. No total, foram 698 anos e três meses de reclusão.
No que diz respeito ao crime de peculato qualificado, foi aplicada uma pena de seis  anos, multiplicada 318 vezes; e quatro anos e seis meses, multiplicada 517 vezes. Isso perfaz uma pena de 835 anos e seis meses de reclusão. Unificadas, ambas totalizam 1.533 anos e 9 meses de reclusão.
A leitura da sentença foi fixada para o próximo dia 10 de março, a partir das 13h30. A partir daí, abre-se o prazo para a apresentação dos recursos.
O promotor esclareceu que os tribunais militares normalmente marcam uma data específica para leitura da sentença, com a presença de todas as partes.“A sentença, tudo indica, é um recorde brasileiro, mas o mais importante é que contribuímos para acabar com aquela sensação de impunidade e de que a Justiça Militar só agia para punir os mais fracos. Isso também é inédito na Justiça paraibana”, aponta o promotor Fernando Andrade, destacando que o processo vinha se desenrolando há mais de dez anos e ele entrou no caso há cinco anos. “Havia um certo clamor por esse caso, já que o país hoje vive um momento de cobrança pela moralidade em relação aos bens públicos. Mesmo tardia, a condenação ocorreu, já que havia um temor de se dar em nada”.
O advogado de defesa Antônio Inácio Neto que não quis se pronunciar sobre o julgamento. Já Everaldo Moraes Silva, outro advogado de defesa, alegou que estava entrando numa reunião e não poderia conceder entrevista.

FONTE : PORTAL CORREIO PARAÍBA

Batata-doce seca a barriga

Pois essa batata originária da América Central auxilia a exterminar os quilos a mais com muita doçura. Pelo menos é o que mostra uma pesquisa da College of Agriculture and Life Sciences, nos Estados Unidos. O poder desse tubérculo se deve a seu baixo índice glicêmico, o famoso IG. "Isso significa que ele é digerido de forma mais lenta e, portanto, dá mais saciedade, auxiliando no combate à obesidade", ensina a nutricionista Gisele Pavin, coordenadora de nutrição da Unilever. "E, por liberar a glicose de forma gradual, evita que ela seja armazenada no corpo feito gordura", completa.


Não à toa, graças à geração equilibrada de energia proporcionada pelo vegetal, a batata- doce é considerada o alimento dos atletas. Afinal, propicia que o açúcar seja absorvido na medida exata. Daí, o corpo não se vê obrigado a secretar doses exageradas de insulina, o hormônio responsável por botar esse combustível adocicado para dentro das células. "Em outras palavras, a pessoa tem disposição de sobra para se exercitar", explica a nutróloga Marcella Garcez Duarte, da Associação Brasileira de Nutrologia, que dá a dica: o ideal é consumi-la entre uma e duas horas antes da atividade física.

A batata-doce é benéfica até para quem apresenta tendência ao diabete. Afinal, com a produção de insulina na dose certa, o pâncreas, encarregado de fabricá-la, não trabalha adoidado. Assim, o indivíduo não desenvolve resistência à substância, um fator por trás do tipo 2 da doença. O estudo americano ainda descobriu que a variedade Beauregard, que está chegando agora ao Brasil, tem o mesmo padrão proteico de suplementos vendidos até pouco tempo no exterior para controle da glicose no sangue de portadores do distúrbio. "Por enquanto ela está sendo distribuída para cultivo próprio, mas deve chegar aos mercados sem demora", conta Jairo Vieira, chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Hortaliças, em Brasília. Diante dessas propriedades, ninguém deixará a batata-doce fora da lista de compras, não é mesmo?

Na hora de comer
Evite prepará-la com óleos para não engordá-la. Para aproveitar melhor seus nutrientes, cozinhe-a com a casca. Assim, você desfruta das fibras. Adoce seu cardápio com o ingrediente de duas a três vezes por semana e complete o prato com proteínas.

FONTE : CHAMADA GERAL - PARAÍBA

Concurso para segurança da Câmara tem salário de R$ 12 mil

Exigência para ser agente de polícia legislativa é ensino médio e preparo físico. Aprovados terão que fazer dois testes de corrida e série na barra.

Olha essa oportunidade de emprego: R$ 12 mil para trabalhar de segurança da câmara dos deputados. A exigência é de ensino médio e de bom preparo físico.
Concurseiros com olhos voltados para a Câmara dos Deputados. 
“Cresce os olhos, né? Você vê R$ 12 mil...”, diz um jovem.
R$ 12 mil é o valor do salário oferecido no concurso para agente de polícia legislativa, os seguranças da Câmara. A exigência? Nível médio.

Só para comparar, o Ministério do Desenvolvimento Agrário paga a metade para um analista de sistemas com diploma de ensino superior: R$ 6.130. 
Os agentes garantem a segurança da Câmara em caso de manifestações, por exemplo. 
O concurso promete uma concorrência pesada.
 
José Wilson Granjeiro, dono de cursinho, estima 500 a 600 candidatos por vaga. “Esse é um concurso bem concorrido, porque se fala em 60 vagas para preenchimento inicial. Então, deve vir candidato do Brasil inteiro, muitos graduados, certamente”, diz o professor.
Há cinco meses, Lucas se dedica para o concurso. “Oito horas de estudo, quatro matérias por dia, duas horas para cada matéria”, conta o rapaz.
Quem passar na prova teórica, terá outro desafio: o teste físico.
O aprovado terá que correr 2.200 metros em 12 minutos. Fazer outra corrida: a de ir e voltar duas vezes em 9,14 metros durante 12 segundos. E ainda fazer cinco repetições na barra.
A esta altura, o candidato terá que correr contra o tempo. O personal trainer Alexandre Pereira diz que o ideal é se preparar quatro meses antes do exame: “Principalmente, a parte de barra fixa e de corrida de 12 minutos é a parte mais complicada. A maioria das reprovações está relacionada com essas 2 atividades”.
O salário de um segurança da Câmara, em fim de carreira, chega a R$ 17 mil.
O concurso da Câmara dos Deputados tem ainda 52 vagas de nível superior para consultor legislativo. O salário é bem maior: R$ 25 mil.
FONTE : G1
DESABAFO DO IBURA : É NOBRES COMPANHEIROS, ESTAR CADA VEZ MAIS COMPROVADO QUE O GOVERNO FEDERAL NÃO TEM NENHUM INTERESSE NA SEGURANÇA PÚBLICA DO PAÍS PORQUE, ABRE CONCURSO PARA POLICIA LEGISLATIVA COM ESSE ENORME SALÁRIO PARA QUE, SIMPLISMENTE PARA PROTEGER ESSES POLÍTICOS SAFADOS QUE SÓ SABEM TA METENDO A MÃO NO NOSSO DINHEIRO, POIS ESSES FANTOCHES TERAM A MISSÃO DE AFASTAR O POVO REVOLTADO DE METER A MÃO NA CAR DESSES VAGABUNDOS CORRUPTOS, ESTAMOS LUTANDO A DE 03 ANOS PELA APROVAÇÃO DA PEC 300, QUE É O PISO NACIONAL DAS POLICIAS E ATE AGORA NADA, POR ISSO VOLTO A FRISAR TEMOS QUE COLOCAR OS MILITARES DE VOLTA AO PODER, SÓ ASSIM ESSA BADERNA ACABA!

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Começa domingo o vestibular da Uern

psv

candidatos inscritos no Processo Seletivo Vocacionado 2014 (PSV 2014) se submetem ao primeiro dia de provas, que acontece neste domingo (02). Dos 25.355 inscritos, 15.198 candidatos tiveram suas inscrições confirmadas pela Comissão Permanente de Vestibular da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Comperve/Uern).

A Comperve orienta os candidatos a chegarem com antecedência de uma hora aos locais de prova. O processo seletivo também acontecerá na segunda-feira (03) em Mossoró e mais cinco cidades onde a Uern possui campus (Assu, Caicó, Natal, Pau dos Ferros e Patu).
Uma das novidades é a realização das provas no período vespertino. Os portões abrem às 12h45 e fecham às 13h15, as provas começam a ser aplicadas às 13h30 (horário local). A prova terá quatro horas de duração; os alunos com deficiência têm direto a uma hora a mais.

São disponibilizadas 2.180 vagas nos cursos de graduação da Uern. Devido ao Vestibular, o Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Consepe) suspendeu as atividades letivas na segunda-feira, 3 de fevereiro, em todos os Campi e Núcleos Avançados.
Trânsito

Para garantir que o trânsito flua com tranquilidade, a Comperve entrou em contato com a Gerência Executiva de Trânsito (Getran) da Prefeitura de Mossoró, com o Departamento de Polícia Rodoviária Estadual (DPRE) e com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os órgãos organizarão o trânsito nas áreas de maior fluxo de veículos. Através da Getran foi realizado o contato com as empresas de transporte coletivo.

O diretor da Comperve, Egberto Mesquita, também tomou outras providências para evitar transtornos: “Também entramos em contato com a COSERN para que a companhia deixe uma equipe de sobreaviso no domingo”, afirmou.

Monitoramento e segurança
Atenta às novas tecnologias, a Comperve irá monitorar as redes sociais e transmissão de dados por bluetooth. Quem for flagrado tirando foto da prova para postar na Internet será desclassificado.
A Comperve aconselha os candidatos a deixarem o celular em casa para evitarem transtornos. Quem tiver que levar o celular deve tirar a bateria. Também serão usados detectores de metais e de bluetooth para identificar qualquer pessoa que tente usar equipamentos como pontos eletrônicos.

O que levar
Os candidatos devem se deslocar aos locais de provas portando documento oficial com foto e o cartão de inscrição, que estará disponibilizado no site www.uern.br/comperve até o dia 2 de fevereiro. Os candidatos devem portar canetas esferográficas da cor azul ou preta e levar lápis grafite, já o uso da borracha é opcional. É proibido o uso aparelhos eletrônicos como celulares ou outros equipamentos.

Gabaritos
Os gabaritos serão divulgados duas horas após a conclusão das provas no site da UERN –  www.uern.br/comperve.

Fonte: Agecom

Brasileiros já pagaram R$ 200 bilhões em impostos em 2014

Marca foi atingida neste sábado (1) e registrada pelo Impostômetro.
No ano passado, valor foi alcançado 13 dias depois,

Do G1, em São Paulo
269 comentários
Impostômetro bateu marco de R$ 200 bilhões (Foto: Reprodução)Impostômetro bateu marco de R$ 200 bilhões
(Foto: Reprodução)
O valor pago pelos brasileiros neste ano em impostos federais, estaduais e municipais já soma R$ 200 bilhões. A marca foi registrada neste sábado (1º), por volta de 4h30, segundo o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).
No ano passado, a mesma marca foi registrada 13 dias depois, em 14 de fevereiro, o que aponta para o aumento da carga tributária em 2014.
Segundo a ACSP, a tendência é de alta da carga tributária neste ano em razão da situação mais apertada das contas públicas.
"Nesta semana, recebemos a notícia de que os gastos do governo federal atingiram um recorde histórico em 2013 e que os investimentos cresceram muito pouco. Isso mostra que o problema das finanças públicas não está do lado da receita mas, sim, do lado do gasto, da despesa”, diz o presidente da associação, Rogério Amato.
O painel eletrônico que calcula a arrecadação em tempo real está instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista.
O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro. Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando em impostos, e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.
O Impostômetro encerrou o ano de 2013 com a marca recorde de R$ 1,7 trilhão. O IBPT estima que a carga tributária brasileira subiu para 36,42% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano passado, ante um peso de 36,37% do PIB em 2012.
Impostos no Carnaval
A ACSP divulgou uma lista sobre a alta carga tributária nos produtos de Carnaval. Do preço da serpentina e do confete, 43,83% são de impostos. No spray de espuma são 45,94%. A máscara de plástico tem 43,93% e a máscara de lantejoulas possui 42,71%. Na cerveja em lata, o percentual de impostos é 55,60% e na cachaça, 81,87%.

FONTE : G1

DESABAFO DO IBURA : É COMPANHEIROS COMO TODOS NÓS SABEMOS O BRASIL É UM PAÍS DOS IMPOSTOS, IMPOSTOS ESTES QUE SERVEM PARA FINANCIAR VIAGENS DOS NOSSOS GOVERNANTES PARA O EXTERIOR, QUE SERVE PARA FINANCIAR CAMPANHAS POLITICAS E NUNCA PARA AJUDAR NA CONSTRUÇÃO DE HOSPITAIS, ESCOLAS REAPARELHAMENTO DAS POLICIAS DO BRASIL, PORQUE ISSO NÃO ACONTECE, PORQUE ESTES POLÍTICOS NÃO ESTÃO NEM AI PARA O POVO QUE JÁ É SOFRIDO POR NATUREZA, DEVEMOS DAR UM BASTA NISSO, DEVEMOS VOLTAR OS MILITARES NO PODER,POIS FOI ONDE O BRASIL MAIS CRESCEU!